CONFERÊNCIA "INOVAR PARA UMA SOCIEDADE MAIS EQUITATIVA"

 
# 7 NOV 2019 | 9.30 am – 1.00 pm (quinta-feira/ Thursday)
Local/ Location: Pequeno Auditório - Culturgest - Lisboa

CONFERÊNCIA “INOVAR PARA UMA SOCIEDADE MAIS EQUITATIVA”
CONFERENCE "INNOVATING FOR A MORE EQUITABLE SOCIETY"
 
 
 
Coorganização/ Co-organization:
 
 
 
 
PROGRAMA / PROGRAMME:
 
9h30 | BOAS-VINDAS
  
   Fernanda Barata de Carvalho, Diretora de Sustainability, Accenture Portugal
 
9h40 | APRESENTAÇÃO DO ESTUDO "THE DECADE TO DELIVER - A CALL TO BUSINESS ACTION"

   Patrícia Antunes, Diretora de Corporate Citizenship, Accenture Portugal
 
10h00 | CAN WE DRIVE A SUSTAINABLE FOURTH INDUSTRIAL REVOLUTION? 
 
   Vasco Pedro, Chief Executive Officer, Unbabel
 
10h45 | COFFEE BREAK
 
11h15 | PAINEL DE DISCUSSÃO "INOVAR PARA UMA SOCIEDADE MAIS EQUITATIVA"

   Fátima Carioca, Dean, AESE Business School
  
   Teresa Fragoso, Presidente da Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género
 
   Nuno Morgado, Partner, PLMJ Advogados

   Ana Bernardes, Diretora de Recursos Humanos, Accenture Portugal
 
   Moderadora: Carla Rocha, Jornalista, Rádio Renascença
 
12h15 | Q&A
 
12h30 | ENCERRAMENTO
 
 
Entrevista a Fernanda Barata de Carvalho (FBC), Diretora de Sustentabilidade e Inclusão & Diversidade da Accenture Portugal, no âmbito da Semana da Responsabilidade Social.
 
SRS 2019: “A visão estratégica da sustentabilidade empresarial da Accenture tem como objetivo promover o desenvolvimento sustentável das sociedades para melhorar a forma como o mundo vive e trabalha”. De que modo é que a Accenture Portugal consegue concretizar esta visão estratégica?
FBC: Um dos valores da Accenture passa pelo stewardship, onde se espera que haja um compromisso de todos os colaboradores, enquanto pessoas, para deixar um mundo melhor do ponto de vista social, económico e ambientalmente responsável para as gerações futuras. Procuramos, mais do que gerar valor, ser uma empresa com valores. Com isto, procuramos ser uma parte ativa na mudança de paradigma empresarial, contribuindo para a criação de uma sociedade mais inclusiva, justa e equitativa. Tal é conseguido através do desenvolvimento e implementação de uma estratégia de sustentabilidade visível na forma como nos relacionamos e no valor que aportamos aos nossos diferentes stakeholders, e nos resultados que atingimos. Passa também por sermos mais responsáveis e sustentáveis e por apoiarmos os nossos clientes na sua própria transformação - é o que chamamos de Consultoria Responsável. 
 
SRS 2019: No âmbito da V/ atividade, em que é que consiste o modelo/conceito de “Consultoria Responsável”? 
FBC: O modelo de Negócio Responsável envolve diversos vetores no âmbito da Sustentabilidade e da Responsabilidade Social que são colocados em prática internamente e no trabalho desenvolvido pela Accenture os seus clientes e na intervenção que realizamos na comunidade em que nos inserimos.  O Modelo de Negócio Responsável assenta em três dimensões fundamentais (economia, sociedade e ambiente) incorporando os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas. Enquanto modelo de consultoria, o Negócio Responsável pretende criar um maior alinhamento entre a estratégia de negócio e a sustentabilidade empresarial, baseando-se na relação com os clientes em três fases: uma primeira fase de valorização do compromisso e da contribuição para os ODS; uma segunda fase de identificação dos ODS, para os quais cada cliente pode contribuir face às soluções que a empresa oferece; e, por último, a mitigação dos riscos da transformação digital e contribuição para o desenvolvimento sustentável e inclusivo do mundo.
 
SRS 2019: A sustentabilidade é hoje um fator de competitividade para as empresas?
FBC: A sustentabilidade é, indubitavelmente, um fator de competitividade das empresas e tem um peso cada vez maior para a sociedade. Segundo um estudo que lançámos este ano, mais de metade dos consumidores pagaria mais por produtos amigos do ambiente. Esta tendência reforça a obrigatoriedade de as empresas se comprometerem com práticas de negócio mais sustentáveis e de as aplicarem no dia-a-dia. Este ano lançámos também o relatório Fjord Trends, um estudo que antecipa as tendências dos consumidores, e a sustentabilidade é uma tendência inegável. Uma das conclusões deste estudo indica, inclusive, que as marcas que negligenciem a sustentabilidade arriscam-se a perder clientes para a concorrência. É cada vez mais importante dar à sustentabilidade a sua relevância. De acordo com o recente estudo que desenvolvemos para as Nações Unidas, apresentado em Setembro em Nova Iorque, “The decade to deliver – A call to business action”, o Banco Mundial prevê que o sector empresarial pode ganhar pelo menos 12 biliões de dólares por ano com oportunidades de mercado graças à adopção de práticas sustentáveis, muito mais do que os 7 biliões de dólares de investimento anual (incluindo 4,5 biliões de dólares em países em desenvolvimento) necessários para atingir os Objectivos Globais de Desenvolvimento Sustentável.
 
SRS 2019: A Accenture Portugal coorganizou a sessão “Inovar para uma Sociedade Mais Equitativa”, na Semana da Responsabilidade Social 2019. Qual é a importância, para a organização, de se associar a iniciativas desta natureza?
FBC: Na Accenture, acreditamos que a igualdade é um alicerce fundamental para uma organização bem-sucedida, inovadora e sustentável a longo-prazo. Enquanto empresa, procuramos contribuir para uma sociedade mais inclusiva e equitativa e isso reflete-se na nossa cultura organizacional e no nosso ambiente de trabalho, bem como no trabalho que desenvolvemos com os nossos clientes. Um dos nossos compromissos é, inclusive, alcançar a paridade de género em 2025 e, atualmente, a nossa força de trabalho é constituída por aproximadamente 43% de mulheres. Procuramos reduzir as desigualdades na sociedade promovendo por exemplo, iniciativas de capacitação para novas tecnologias e competências do futuro, para crianças e jovens, através de organizações sociais para apoio a grupos vulneráveis e de escolas secundárias e profissionais. Como tal, estas iniciativas estão totalmente alinhadas com os nossos valores, assentes num forte compromisso de melhorar a forma como se vive e trabalha.
 
SRS 2019: A Accenture Portugal aderiu recentemente à Global Compact Network Portugal. De que forma a organização está a alinhar as suas operações e a sua estratégia com os 10 Princípios UN Global Compact e os ODS?
FBC: A Accenture Portugal está completamente alinhada com a Agenda 2030 e a concretização dos ODS. Como já referimos, um dos valores da Accenture é a stewardship e, nesse sentido, procuramos ter um papel relevante junto das comunidades em que estamos inseridos, de acordo com os 10 Princípios UN Global Compact e do compromisso assumido para a concretização dos ODS. 
A Accenture é uma organização global, por isso possui uma estratégia única e políticas globais que se materializam em estratégias e planos concretos a nível local. Na Accenture falamos uma só linguagem – inovar com responsabilidade.
Uma das medidas que mostra este compromisso é o Comité de Inclusão e Diversidade, que integra representantes da comunidade LGBT, pessoas com deficiência ou incapacidade e profissionais de diferentes idades, nacionalidades e culturas, enquanto representantes da multiculturalidade e diferentes gerações. Este Comité acaba por ser uma forma de pensarmos de que forma podemos contribuir para melhorar a forma como se vive e trabalha.
Em Portugal, temos mais de 3.000 colaboradores. Em 2018, incorporámos 1.268 pessoas, 127 das quais para um primeiro emprego. Apostamos fortemente no talento e na qualificação (e requalificação) dos nossos colaboradores. Também em 2018 registámos 3.157 horas de consultoria probono, no âmbito do programa global Skills to Succeed, uma iniciativa dedicada à requalificação de pessoas para o mundo do trabalho.  Além do trabalho probono, 287 dos nossos colaboradores realizaram mais de 850 horas de voluntariado! 
Consolidámos ainda o nosso compromisso com o ambiente ao reduzirmos 10% das emissões indiretas de CO2, 9 % do consumo energético e 11% do consumo de papel nas nossas instalações, ao garantirmos uma separação de 83% dos nossos resíduos para reciclagem.
Medidas e resultados como estes são prova do nosso compromisso contínuo com o desenvolvimento sustentável. A nossa estratégia de negócio está, como tal, completamente alinhada com a sustentabilidade empresarial. Queremos ter um papel ativo na construção de um novo paradigma empresarial, mais responsável e sustentável e ajudando os nossos clientes a conduzirem e a transformarem os seus negócios neste sentido. 
Através do nosso modelo de negócio responsável, queremos estender este compromisso aos nossos clientes, colaborando em verdadeira parceria para identificar para que ODS podem contribuir nos projetos desenvolvidos em conjunto e contribuindo, assim, para que os alcancem.
Queremos melhorar a forma como se vive e se trabalha e gerar um valor real para a comunidade e os negócios. 
 
SRS 2019: No contexto de uma organização consultora responsável, como perspetiva o V/ posicionamento em 2030?
FBC: Procuramos continuar a contribuir para o desenvolvimento de uma sociedade e de um paradigma empresarial mais sustentável, com melhores formas de trabalhar e viver. A estratégia que queremos seguir é a que temos vindo a promover: uma aposta na conciliação da diversidade com a promoção de uma cultura de inclusão, onde cada colaborador é valorizado pela sua singularidade e background únicos; um forte enfoque também na paridade de género, sendo que esperamos já ter atingido em 2025 a paridade de género na nossa força de trabalho, com 50% homens e 50% mulheres. Pretendemos continuar a desenvolver o talento dentro da nossa organização e a apostar na sua requalificação, potenciando, sobretudo, a sua capacitação tecnológica. A par disto, temos como prioridade a ação climática, tendo estabelecido objetivos bastante exigentes para evitar o aumento drástico da temperatura global, conforme publicamente divulgado no site da Science-Based Targets initiative. Mantemos o respeito pelo ambiente uma prioridade, continuando a incorporar e a melhorar práticas de sustentabilidade ambiental nas nossas operações e estratégias de negócio, consciencializando os nossos colaboradores, clientes e parceiros para a importância da sustentabilidade, tanto para a sociedade como para as empresas. 
Acreditamos estar no caminho certo para nos mantermos uma empresa socialmente responsável, com elevados valores, e esperamos ter um impacto ainda mais positivo na sociedade e continuar a potenciar a inovação (sempre) com um propósito.

SRS 2019: Em três palavras, como define Sustentabilidade?
FBC: Desenvolver, responsabilizar e inovar.
 
SRS 2019: De que modo podem ajudar os clientes a concretizar a agenda 2030 da ONU.
FBC: Pretendemos ajudar os nossos clientes a alcançarem um crescimento sustentável e socialmente responsável, daí a nossa preocupação em implementar um modelo de Negócio Responsável focado não só na estratégia de negócio, mas no alinhamento desta com a sustentabilidade empresarial. Este alinhamento passa, por exemplo, pela identificação dos ODS para os quais cada cliente pode contribuir face ao seu setor ou produtos/serviços que oferece, e esse é um apoio que a Accenture pretende dar e possui as ferramentas para o fazer de forma diferenciadora. Claro que, primeiramente, temos de sensibilizar os nossos clientes para a importância de concretizar a agenda 2030 e para os benefícios que podem obter com isso. A sustentabilidade é, como já referido, um fator essencial para a agilidade competitiva das empresas, tornando-se, cada vez mais, um peso pesado na escolha dos consumidores e na sua sensação de confiança. Acreditamos também que a tecnologia tem um grande potencial para alavancar o progresso na concretização dos ODS – a transformação digital das empresas é fulcral para uma transformação holística das empresas e para o seu desenvolvimento sustentável.  Pelo próprio ADN da Accenture, sempre focada na inovação e no futuro, acreditamos que aportamos valor real aos nossos clientes pelo constante foco numa visão a médio e longo prazo, fundamental para garantirmos uma sociedade sustentável, sólida e global, agora e sempre.
 
 

Pesquisar

Associados

 
with passion by softag