o novo modelo de economia circular

Visando estimular a transição da Europa para uma economia mais circular, a Comissão Europeia lança em 2015 o primeiro Plano de Ação para a Economia Circular, que reforçou em 2020  com um novo plano, que se constitui como um dos principais alicerces do Pacto Ecológico Europeu, o novo roteiro da Europa para o crescimento sustentável. No país, o Plano de Ação para a Economia Circular em Portugal, define uma estratégia nacional visando a mudança do paradigma económico de «linear» para «circular», englobando um conjunto de ações concretas, que visam acelerar esta mudança, mas simultaneamente promover a criação de emprego, o crescimento económico, o investimento e a justiça social.

A relação inexorável que existia entre crescimento económico e o aumento do consumo de recursos consubstanciava o modelo da economia linear, tornou-se responsável por um conjunto de impactes ambientais, sociais e económicos que impediam perspetivar a sustentabilidade do mundo. De acordo com o conceito de economia circular, baseada nos princípios da redução, reutilização, recuperação e reciclagem de materiais e energia, o valor dos produtos e materiais é mantido durante o maior tempo possível, a produção de resíduos e a utilização de recursos reduzem-se ao mínimo e, quando os produtos atingem o final da sua vida útil, os recursos mantêm-se na economia para serem reutilizados e voltarem a gerar valor.

A economia circular assenta na coordenação dos sistemas de produção e consumo em circuitos fechados, os quais exigem compatibilidade técnica e económica.

Aprofunde os seus conhecimentos nesta matéria e perceba como a transição para um modelo de economia circular pode aumentar a eficácia da sua organização.

Participe!

Economia Circular: como gerir com eficácia a sua organização

 

 

Pesquisar

with passion by softag