igualdade de género, conciliação, diversidade e inclusão

O acesso de mulheres à participação efetiva em todos os domínios da vida tem vindo a ser terreno gradualmente conquistado, acelerado pelo crescente reforço de qualificações e competências e pelo sucesso de resultados das empresas e organizações que incorporam a igualdade de género nos seus sistemas e processos de gestão. Subsistem, contudo, iniquidades que importa continuar a debelar, como é o caso das diferenças salariais de género, que tendem a desvalorizar o trabalho no feminino, ou a repartição desequilibrada de responsabilidades familiares, que também quase sempre resulta em prejuízo da vida profissional e pessoal das mulheres e que faz da conciliação trabalho-família-vida pessoal uma abordagem verdadeiramente essencial, a aplicar pelas empresas/organizações.

A sensibilização dos mercados e dos negócios para as questões éticas, de responsabilidade social e de sustentabilidade rumo ao desenvolvimento sustentável veio a ampliar o conceito de igualdade de oportunidades, no respeito pela diversidade de todos e pelo valor que essa mesma diversidade pode criar para as empresas/organizações. A gestão do capital humano assume-se essencialmente como gestão dos talentos e das competências individuais, e todos podem - e devem - ser incluídos, pelo que também urge investir no aproveitamento e retenção de talentos, como forma de melhorar o clima interno e aumentar o desempenho organizacional.

Consulte a nossa oferta:

Contate-nos e inscreva-se!

 

Pesquisar

with passion by softag