ONS

APEE - Organismo Normalizador Sectorial

A normalização é uma atividade essencial para criar padronizações de elevada qualidade, segurança e fiabilidade em produtos, serviços e formas de atuação organizacional. Não tendo a natureza de lei, são de cumprimento voluntário; contudo, os benefícios para as organizações e para a economia e sociedade em geral são indiscutivelmente significativos:

  • Aumento da competitividade;
  • Compatibilidade e interoperabilidade;
  • Controlo sobre a variedade e a utilização eficiente dos materiais, energia e recursos humanos;
  • Economia de matérias-primas e dos tempos de produção, reduzindo os desperdícios;
  • Eliminação das barreiras ao comércio;
  • Facilidade de entrada em novos mercados;
  • Proteção dos consumidores e dos interesses da comunidade;
  • Redução do grau de incerteza do mercado;
  • Reflexo da investigação, desenvolvimento e inovação;
  • Segurança, saúde, proteção da vida e do ambiente;
  • Simplificação da grande variedade de produtos e procedimentos na vida quotidiana.

A atividade de normalização nasceu da necessidade de dar resposta a problemas de natureza técnico-industrial, mas a crescente globalização, os problemas a ela associados e a definição de agendas globais de ação para os mitigar alargou o âmbito das normas para os domínios da proteção ambiental, da inovação, da ética das organizações, da responsabilidade social e da sustentabilidade.

A APEE é uma entidade qualificada pelo Instituto Português da Qualidade – IPQ, como Organismo de Normalização Setorial - ONS, no âmbito do Sistema Português da Qualidade, para os domínios da Ética e da Responsabilidade Social.  Isto significa que é reconhecida oficialmente à APEE a competência técnica e a representatividade dos interesses nacionais nesses domínios.

Tendo iniciado a sua atividade como ONS em 2004, a APEE tem um vasto trabalho desenvolvido neste âmbito, quer na coordenação e acompanhamento das suas Comissões Técnicas (CT) e sub Comissões (SCT), quer na representação de Portugal nos comités técnicos europeus e internacionais, bem como no acompanhamento do trabalho que estes produzem. Algumas das normas produzidas pela APEE são, hoje, referência para muitas organizações portuguesas, que as integram nos seus sistemas e práticas de gestão.

 

 

 

 

Pesquisar

with passion by softag